A solenidade faz parte da programação do Conselheiro Vivo 2019 e homenageou três personalidades. A comenda Antônio Conselheiro foi criada pela lei 1.663 de 1997 para homenagear nomes que são referência no processo de valorização da memória de Conselheiro.

Em requerimento proposto pelo vereador Kim, Pingo de Fortaleza foi um dos homenageados da noite. Pingo é cantor, pesquisador e compositor com o tema Conselheiro e Guerra de Canudos. O Padre Alberto, conselheirista e caatingueiro dos sertões de Canudos, também recebeu a Comenda em proposta do vereador Idelbrando Rocha. Danilo Patrício, escritor, pesquisador e Doutor em História, também foi homenageado através do requerimento do vereador Everardo Júnior (na ocasião, Danilo foi representado por Neto Camorim).

Estiverem presentes na solenidade o Secretário de Cultura Gleidson Araújo, a chefe de gabinete Guida Pimenta, os vereadores kim, Terezinha Pimentel, Everardo Júnior, José Wilson, Antônio Filho e Antônio do Couto, o representante da Aquiletras Pedro Igor e demais autoridades.

Compartilhe esta publicação