Ações da DCTD resultam em nove presos e nas apreensões de drogas sintéticas e maconha.

Nove suspeitos sem antecedentes, 5,3 quilos de maconha, 168 comprimidos de metilenodioximetanfetamina (MDMA) e ecstasy, 33 selos de LSD, 20 cápsulas de cogumelos alucinógenos, duas gramas de haxixe, um porção de cristais de MDMA, um automóvel e uma motocicleta. Esse foi o resultado de quatro ações policiais realizadas pela Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), entre os dias 4 e 8 de abril, em Fortaleza e Caucaia. As investigações acerca do envolvimento de pessoas suspeitas com o tráfico de entorpecentes e de drogas sintéticas continuam em andamento. Os casos foram apresentados, nesta terça-feira (9), em coletiva de imprensa, na sede da DCTD, em Fortaleza.

As drogas sintéticas foram apreendidas com quatro suspeitos, sendo dois deles em uma festa rave, ocorrida entre o sábado (6) e o domingo (7), na Praia da Tabuba, no município de Caucaia. O primeiro conduzido foi identificado por Pedro Henrique Costa Miranda (21), que foi flagrado na festa com uma porção de maconha pronta para a venda, além de um pouco de haxixe. Em diligência até a casa dele, no bairro Conjunto José Walter (Área Integrada de Segurança 9), os policiais civis apreenderam mais maconha, ecstasy e haxixe, além de balança de precisão. Já Gian Lucca Carvalho Osterno (19), natural de Sobral-CE e residente em Bela Cruz-CE, foi apanhado comercializando LSD na festa. A droga sintética foi encontrada na carteira dele. No total, foram apreendidos 18 comprimidos de ecstasy, 20 gramas de maconha, duas gramas de haxixe, dois fragmentos de papel com LSD, uma semente de maconha e uma balança de precisão.

Outros dois homens foram presos com comprimidos de MDMA, em Fortaleza, no bairro Papicu (AIS 10), em duas ações distintas, na tarde de ontem (8). As prisões aconteceram em decorrência da ação policial na festa rave do fim de semana. Danilo Muniz dos Santos (23) foi preso em flagrante com um pacote com 144 comprimidos de ecstasy. Na casa dele, foram encontrados 464 gramas de maconha e uma balança de precisão. Em outro imóvel, também no Papicu, os agentes da DCTD apreenderam uma encomenda com seis comprimidos de ecstasy e uma porção de cristais de MDMA. A droga seria entregue a pessoa de José Vítor Frota Ximenes (22). Ainda na residência do suspeito, foram apreendidos 33 selos de LSD, duas balanças de precisão, um vidro com uma pequena quantidade de maconha, 20 cápsulas de cogumelos alucinógenos e um vidro com uma substância líquida, que o suspeito afirmou ser anabolizante.

Cinco presos

Já na última quinta-feira (4), no bairro Coaçu (AIS 3), cinco pessoas foram presas em flagrante com cerca de cinco quilos de maconha. O entorpecente foi apreendido durante uma troca que haveria entre Maria Antonia Carneiro da Silva (41), conhecido por “Tonha”, e as pessoas de Francisca Alice Sousa da Silva (21), Laryssa de Moraes Barbosa (23) e Wesley Zeferino Costa (28), no estacionamento de uma loja. Uma quinta pessoa foi presa após ser apontada como “olheiro” do tráfico, responsável por avisar aos demais suspeitos acerca da presença de policiais no local. Ele foi identificado pelo nome de Islenon Silva Lima (26). Uma motocicleta foi apreendida com ele.

Os policiais da DCTD estavam em diligências acerca de negociações de entorpecentes na região quando conseguiram chegar até “Tonha”, que estava de bicicleta com uma sacola contento maconha. Conforme as investigações, ela iria ao encontro de uma mulher que estava em um Chevrolet Classic no estacionamento de uma loja. A transação criminosa foi evitada pelos policiais civis, que resultou nas prisões “Tonha”, além de Alice, Larysa e Wesley, que estavam dentro do veículo. Dentro do carro, também foram encontrados dois tabletes de maconha. Em ato contínuo, os policiais se dirigiam a um imóvel, no bairro Quintino Cunha (AIS 6), onde mais um tablete de maconha – embalado da mesma forma que o material apreendido no carro – e uma balança de precisão foram encontrados.

Investigações

A DCTD segue investigando a participação dos suspeitos com a comercialização de drogas e trabalha para identificar outras pessoas envolvidas na atividade ilícita. Os noves suspeitos foram presos em flagrantes e autuados no artigo 33 da Lei de Drogas, pelo tráfico de entorpecentes. “Tonha”, Alice, Laryssa, Wesley e Islenon também foram autuados no artigo 35 da mesma lei, pela associação para o tráfico de drogas.

Siga-nos e fique bem informado

👍 Siga nos #Instagram
https://www.instagram.com/quixeramobim_alerta/

👍 Curta nossa página no Facebook.
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/

Fonte: Polícia Civil.

Compartilhe esta publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!