Em meio ao crescente número de Crimes Violentos Letais no Ceará, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, reuniu-se com o Comandante da 10ª Região Militar, General de Divisão Fernando José Soares da Cunha Mattos, para apresentar as estratégias das forças de segurança do Estado.

Especula-se que o secretário também pediu apoio ao Exército Brasileiro para combater a atuação de organizações criminosas e reduzir o número de mortes no Ceará. Somente no primeiro semestre, 2.380 homicídios foram registrados, 3,5% a mais que no mesmo período de 2017. Entre as vítimas deste ano, 49 foram executadas em sete chacinas.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou a reunião, mas não detalhou se o encontro tem relação com o índice de crimes. De acordo com a pasta, o gestor “fez uma apresentação sobre as estratégias adotadas pela SSPDS no âmbito da segurança pública do Ceará”. Na nota, o órgão ainda detalhou as pautas discutidas: “No encontro, foi apresentado também o projeto Segurança Pública Integrada (SPI), criado pela SSPDS e pela Polícia Rodoviária Federal, em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC). Implantado de forma pioneira no Ceará, o SPI prega a análise de inteligência policial com o uso de tecnologia e integração de câmeras para desenvolvimento de estratégias contra a criminalidade”.

A atividade ocorreu no Centro de Operações da 10ª RM e contou ainda com a presença do Comandante da Polícia Militar do Ceará, Coronel Viana; do Comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará, Coronel Heraldo; do Delegado de Polícia Civil Everardo Lima; do Perito Geral da Perícia Forense, Ricardo Lima; do Secretário Adjunto da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, Alexandre Ávila; e do Diretor da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará, Tenente-Coronel Juarez Gomes.

Fonte: Mandacaru News.

Compartilhe esta publicação