O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através do Núcleo de Investigação Criminal (NUINC), alcançou a condenação de três réus, Fabrício Santos Pereira, Wladiane Freitas da Silva e Tássia Lima de Oliveira, pelos crimes de corrupção ativa e passiva.

Os três foram denunciados pelo MP por atuarem em esquema criminoso para facilitar a entrada de aparelhos celulares e acessórios em unidades penitenciárias. Segundo a denúncia, Fabrício Santos, utilizou-se da função pública de agente penitenciário para cometer os crimes, enquanto que Wladiane Freitas e Tássia Lima ofereciam pagamento pelo “serviço”.

Com Informações do Blog do Fernando Ribeiro

📌 Fique ligado as nossas redes sociais, acesse os links abaixo 👇 👇

👍 Siga-nos no Instagram.
https://www.instagram.com/quixeramobim_alerta/

👍 Curta nossa Página no Facebook.
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/

👋 Participe do nosso Grupo no Facebook.
https://www.facebook.com/groups/399305307167448/

Compartilhe esta publicação