Mais de 200 ataques criminosos em 46 cidades cearenses foram registrados em 16 dias do mês de janeiro. A sequência de crimes com características de terror continuou nas últimas 48 horas após uma rápida trégua no começo da semana. Dezenas de prédios públicos, equipamentos da malha viária como pontes e viadutos; além de prédios públicos e privados continuam na mira dos vândalos à serviço do crime organizado.

Mesmo com o reforço de policiamento em terminais de passageiros, vias de tráfego do transporte urbano e também no interior, além da presença da Força Nacional de Segurança (FNS) e de contingentes policiais de outros estados (como Bahia, Piauí, Pernambuco, Bahia e Santa Catarina), os atentados não param no estado.

Por: Fernando Ribeiro.

Compartilhe esta publicação