Em cerimônia na tarde desta terça-feira, 30 de junho (30/06), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou a prorrogação do auxílio emergencial no valor de R$ 600,00

Em cerimônia na tarde desta terça-feira, 30, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou a prorrogação do auxílio emergencial por mais dois meses. A proposta, segundo o ministro da Economia Paulo Guedes, é de duas parcelas em cada mês: a primeira de R$ 500 e a segunda de R$ 100, no primeiro mês; e duas de R$ 300 no segundo mês.

Desde que foi decretada a pandemia e o isolamento social foi recomendado para evitar o contágio pelo novo coronavírus, o governo brasileiro ofereceu o auxílio emergencial de R$ 600, para 60 milhões de trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados. Inicialmente, o benefício foi criado para ter três parcelas.

A Caixa Econômica Federal anunciou na semana passada a data de pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial e de lotes residuais da primeira e segunda parcelas. Os depósitos vão até o dia 4 de julho.

O saque em espécie do auxílio só será liberado a partir do dia 18, e será disponibilizado por grupos de acordo com o mês de nascimento, seguindo o modelo dos depósitos.

Fonte: O Povo

Compartilhe esta publicação