O Banco do Brasil foi condenado a pagar indenização de R$ 15 mil por danos morais a uma microempresária de Itapiúna, no interior do Ceará. A mulher teve a parede da casa derrubada por uso de explosivos após assalto à agência bancária, em dezembro de 2014.

A decisão foi proferida pela 1ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) na última quarta-feira (18). A relatoria foi do desembargador Heráclito Vieira Sousa Neto.

O caso ocorreu em 31 de dezembro de 2014, quando assaltantes explodiram, pela terceira vez, a agência do banco em Itapiúna. No momento da explosão, a família dormia. Esse foi o motivo que fez a microempresária entrar na Justiça pedindo reparação dos danos morais. O argumento usado foi de que a situação tem causado insegurança ao ponto de ter medo de dormir na própria casa.

Fonte: Tribuna do Ceará.

 

Compartilhe esta publicação