Na última segunda-feira (09) a equipe da VTR Raio 060 foi solicitada para verificar um indivíduo que chegou baleado no hospital de Boa Viagem, segundo informações  o mesmo teria fugido logo após o atendimento.

Após diligências o indivíduo foi encontrado e identificado como  M. dos S. S., 35 anos, que após abordagem e consulta, foi constatado que havia um mandado de prisão do estado do Rio de janeiro, contra o mesmo, o indivíduo relatou aos policiais ter sido baleado na cidade de monsenhor Tabosa, em um bar, que não conhece o atirador, e que a arma teria ficado no bar.

De pronto os policiais se deslocaram para Monsenhor Tabosa, onde o dono do bar informou que a arma havia sido levada por uma senhora de nome A. A. G., 43 anos, o homem então levou os policiais até a residência da referida mulher, onde ela de pronto informou o local onde havia guardado a arma, que estava na posse de J. A. de M. L, 25 anos, que ao chegar na residência do mesmo, logo ele relatou que havia guardado a arma a pedido do filho de A., R. A. B., conhecido por “Lourão do crime”, o material apreendido e todos os envolvidos abordados foram conduzidos para a delegacia municipal de Monsenhor Tabosa, onde foram autuados por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

O filho da A., de nome R.,, vulgo lourão do crime, segue foragido da justiça, se você tem alguma informação, denuncie!

Material apreendido:
01- revolver Taurus cal.38 nº me24049 capacidade 5.
05- estojos cal 38 deflagrados.
02- celulares Samsung e LG

Siga-nos e fique bem informado

👍 Siga nos #Instagram
https://www.instagram.com/quixeramobim_alerta/

👍 Curta nossa página no Facebook.
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/

 

Compartilhe esta publicação