Aos 28 anos, o pesquisador Darlan da Silva Candido, nascido em Quixeramobim, no Sertão Central do Ceará, já tem boas histórias para contar. O cientista integra o grupo de pesquisadores que analisou e sequenciou, em 48h, o genoma do novo coronavírus, no Brasil, divulgado na última sexta-feira (28). Da Universidade de Oxford, no Reino Unido, onde faz doutorado atualmente, o cientista participou da pesquisa após uma primeira análise laboratorial feita em São Paulo.

A equipe do projeto CADDE, responsável pelo sequenciamento do genoma, também envolve pesquisadores do Instituto Adolpho Lutz (IAL) e do Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (IMT-USP), em São Paulo.

Graduado em Farmácia, Darlan estudou em escolas no interior do estado até o terceiro ano do ensino médio, quando conseguiu ingressar no curso na Universidade do Ceará (UFC), em Fortaleza, em 2009, aos 17 anos. Em seguida, já em 2011, o estudante conquistou uma bolsa, através do extinto programa federal Ciências Sem Fronteiras, para cursar farmácia nos Estados Unidos.

Via Diário do Nordeste.

📌 Fique ligado as nossas redes sociais, acesse os links abaixo 👇 👇

👍 Siga-nos no Instagram.
https://www.instagram.com/quixeramobim_alerta/

👍 Curta nossa Página no Facebook.
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/

👋 Participe do nosso Grupo no Facebook.
https://www.facebook.com/groups/399305307167448/

Compartilhe esta publicação