Os municípios de Quixadá e Quixeramobim têm 526 servidores públicos envolvidos em possível fraude no auxílio emergencial.

Conforme os dados, 340 servidores de Quixadá e 186 de Quixeramobim receberam o auxílio emergencial indevidamente. Em todo o Ceará, a lista conta com 24.232 profissionais do serviço público estadual (4.564) e municipal (19.668) de 180 municípios.

Os nomes de nenhum dos investigados será divulgado em razão de estarem na condição de suspeitos. Os servidores que eram cadastrados em programas de benefício social, como o Bolsa Família, tiveram o auxílio liberado automaticamente pelo Governo Federal, chegando a 16.131 profissionais. Os demais, que somam 8.101, fizeram o cadastro de forma intencional, ou seja, manualmente.

O montante distribuído irregularmente seria de “R$ 16.519.200 por parcelas pagas”, segundo conclusão apresentada em relatórios de controle externo.

O Sertão Central tem 1.352 servidores investigados, divididos nas 13 cidades que compõem a região. Confira a lista completa:

Quixadá – 340
Boa Viagem – 200
Quixeramobim – 186
Canindé –  170
Pedra Branca – 139
Solonópole – 90
Banabuiú – 70
Choró – 53
Ibicuitinga – 42
Ibaretama – 25
Senador Pompeu – 22
Milhã – 11
Madalena – 04

Via Repórter Ceará

_👍 Nos acompanhe pelas Redes Sociais._

INSTAGRAM:
https://www.instagram.com/site_quixeramobimalerta?r=nametag
FACEBOOK:
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/
YOUTUBE:
https://www.youtube.com/channel/UCyrL1CH9pL4VevySKReSfVw

Compartilhe esta publicação