Dois criminosos cearenses chefes do tráfico de drogas foram mortos na última terça-feira (06) em operação policial no Rio de Janeiro. José Erasmo de Sousa Filho e Carlos Menezes Bezerra eram alvos prioritários da Polícia Civil cearense e integravam a chamada “Tropa do Lampião” ou “Bonde do Fantasma”.

Erasmo é apontado como maior liderança do grupo e responsável pelo tráfico de drogas, além de inúmeros homicídios e roubos em regiões do Estado.

Em nota, a Polícia Civil do RJ explicou que a operação tinha como objetivo localizar lideranças do tráfico de drogas daquela região, assim como tinha como alvos chefes do tráfico de drogas do estado do Ceará, que se esconderam na comunidade, localizada no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo (RJ). Durante a ação, os policiais foram atacados por traficantes e entraram em confronto, que resultou na morte dos cearenses.

Sobre a Operação

Durante a incursão dentro do Complexo do Salgueiro, houve troca de tiros e três suspeitos acabaram mortos. Eles foram identificados como José Erasmo de Sousa Filho (31), o “Bigode”, que era investigado por tráfico de drogas e por integrar organização criminosa, e Carlos Menezes Bezerra (40), o “Carlinhos”, que respondia por homicídios, roubo, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, furto e associação criminosa. Ambos eram alvos de investigações no Ceará, além de Dalton Luiz Vieira Santana, o “DT”, carioca envolvido com o narcotráfico e investigado pela morte e esquartejamento de Bianca Lourenço Silva, 24 anos, ex-namorada do suspeito.

Investigações no Ceará

As investigações desenvolvidas pela PCCE que levaram à localização dos alvos foram realizadas pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e pelos Departamentos de Inteligência Policial (DIP) e de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

No Ceará, os homens eram investigados desde 2019 pela prática de diversos crimes. Nessa época Erasmo atuava em um grupo criminoso local, mas passou a integrar o coletivo criminoso oriundo do Rio de Janeiro. A atuação do homem era baseada no bairro Vicente Pinzón, na Área Integrada de Segurança 1 (AIS 1) de Fortaleza. Na região, diversos homicídios motivados pela disputa de território para o tráfico de drogas são atribuídos a ele. Na posição de destaque alcançado dentro do grupo criminoso, Erasmo foi convidado a se juntar à “Tropa do Lampião”, denominação do grupo formado por criminosos cearenses que atuavam no tráfico de drogas no Rio de Janeiro.

Também é de autoria de Erasmo a gravação de um vídeo que circulou em redes sociais e por aplicativo de mensagens instantâneas, onde é exibida uma grande quantidade de armas. Na gravação, o homem exalta o grupo criminoso e faz ameaças. O vídeo que circulou no Ceará foi gravado quando o suspeito já estava no Complexo do Salgueiro.

👍Nos acompanhe pelas Redes Sociais.
INSTAGRAM:
https://www.instagram.com/cearaalerta_oficial?r=nametag
FACEBOOK:
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/
YOUTUBE:
https://www.youtube.com/channel/UCyrL1CH9pL4VevySKReSfV

Compartilhe esta publicação