Segundo informações repassadas ao Site Quixeramobim Alerta, a Polícia Civil de Quixeramobim nesta quarta-feira (09) por volta das 14h00min, realizou a prisão de uma frentista e um chapeiro por falsificação ideológica.

De acordo com informações a frentista identificada como Maria Fernanda Fernandes Baia, estava simulando a venda de um vale em nome da Polícia Civil de Quixeramobim, com o intuito de posteriormente juntar o dinheiro e quitar à falta de dinheiro no caixa dela. Ainda de acordo com informações a mesma preenchia os vales e o chapeiro identificado como Antônio Douglas de Sousa Inacio, assinava como se fosse o inspetor da Polícia Civil de Quixeramobim Renato Cosmo.

A acusada informou aos policiais que estava fazendo isso para justificar uma falta de dinheiro no caixa do Posto Sertão Central, onde a mesma era funcionária.

A falsificação foi percebida após os policiais irem abastecer no referido posto, onde a auxiliar administrativa cobrou os policiais através do vale falsificado feito pela frentista em nome do inspetor Renato Cosmo, que percebeu à assinatura do vale não era a sua. Vale salientar que a capacidade total do tanque das viaturas é aproximadamente 78 litros e o vale foi feito de mais de 90 litros.

Diante do ocorrido à frentista e o chapeiro foram presos e conduzidos até a delegacia de Polícia Civil de Quixeramobim.

Escute à entrevista do Delegado titular de Quixeramobim Dr. Hugo. 👇👇

 

Compartilhe esta publicação