Uma jovem de 22 anos pede ajuda para a família. Ela, que está grávida, com mais três filhos e cinco irmãos, todos adolescentes, deixaram a cidade de Quixeramobim, a 203 km de Fortaleza, às pressas, após serem ameaçados por uma facção criminosa depois da morte da mãe e de outro irmão.

Agora, são nove pessoas morando numa casa de um compartimento, sob condições precárias.

Em 2017, a mãe e um dos irmãos foram mortos após a mãe ter discutido com uma mulher pertencente a facção criminosa. Um ano depois, os criminosos voltaram a ameaçar a família, que se viu forçada a deixar a cidade e vir para Fortaleza.

Além dos três filhos, a jovem cuida dos irmãos 15, 14, 13, 10 e 6 anos de idade. Ela está grávida de seis meses.

Fonte: Tribuna do Ceará.

Compartilhe esta publicação