Fim de semana começa violento com dois assassinatos e um achado de cadáver na Grande Fortaleza.

Dois assassinatos e um achado de cadáver foram registrados no começo do plantão do fim de semana pelas autoridades da Segurança Pública. Dois homens foram executados a tiros e o corpo de outro encontrado enterrado em uma cova rasa próxima a um condomínio residencial na Grande Fortaleza.

Na tarde desta sexta-feira (8), policiais civis encontraram uma cova rasa nas imediações do Condomínio José Lino da Silveira, o “Carandiru” localizado no bairro Novo Horizonte, no Município de Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Conforme as investigações, o corpo já em estado de total decomposição e seria de um mototaxista morto por bandidos de uma facção criminosa que foi desmantelada em uma megaoperação realizada pela Polícia Civil na última quinta-feira (7). Um dos delinqüentes presos durante a ação policial levou os inspetores ao local onde estava o cadáver. O crime teria ocorrido no mês de outubro do ano passado. No condomínio, segundo a Polícia, havia sido instalado uma espécie de “tribunal do crime”, em que a facção determinava assassinatos.

Mais crimes

Um homem que vendia cartelas de bingos foi assassinado, a tiros, na noite desta sexta-feira (8), no bairro Henrique Jorge, em Fortaleza. O crime de morte aconteceu por volta de 22 horas, na Rua Teresina. Conforme o relato de testemunhas a vítima, conhecida por David, foi cercada por dois veículos e de um deles desceu a assassino. O suspeito disparou vários tiros contra o rapaz, que teve morte imediata. Policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local do homicídio e iniciaram investigações.

Já na cidade de Maranguape, na RMF, um vendedor de churrascos foi morto, a tiros, por volta de 22 horas na Avenida Senador Almir Pinto, no bairro Novo Maranguape. Conforme a Polícia, Francisco George Pinheiro Gonçalves, foi atingido por vários tiros disparados à queima-roupa e teve morte instantânea. Os assassinos fugiram em uma motocicleta.

Por: Fernando Ribeiro.

Compartilhe esta publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!