Homem é preso pela Polícia Civil pelo crime de latrocínio que vitimou tia e primo em Cruz.

Em menos de 12 horas, uma ação rápida da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) resultou nas capturas de dois homens suspeitos de cometer um latrocínio que vitimou mãe e filho, no bairro Brasília, no município de Cruz – na Área Integrada de Segurança 17 (AIS 17) do Ceará.

Um dos presos é parente das vítimas. As armas utilizadas no crime, um facão e um pedaço de pau, bem como a quantia de R$ 2 mil subtraída das vítimas, foram encontradas e apreendidas pela Polícia.

Policiais civis do Departamento de Polícia do Interior Norte (DPI Norte), lotados na Delegacia Municipal de Jijoca de Jericoacoara, passaram a investigar as mortes de mãe e filho ocorridas, na madrugada desse domingo (14), no município de Cruz. As vítimas foram identificadas como Francisca Maria de Farias (87) e Expedito José de Freitas (54), mãe e filho, respectivamente. O homem foi morto a golpes de faca e pauladas, enquanto a idosa foi asfixiada. O crime ocorreu na residência das vítimas, situada na Rua Oito de Janeiro.

Os trabalhos policiais conseguiram capturar Francisco Fernando do Nascimento (36), vulgo “Fubá”, que possui passagem na Polícia de São Paulo, pelo crime de roubo; e Valdionor Silveira Muniz (42), mais conhecido como “Nô”, que já responde por roubo no Ceará. Valdionor é primo de Expedito José e sobrinho da idosa – que completaria 88 anos nesta semana.

O crime

Segundo as investigações, Valdionor combinou com o amigo de cometerem um crime na casa da tia, já que o mesmo sabia que a idosa tinha o hábito de guardar dinheiro em casa. A intenção da dupla era entrar na residência, pelo telhado, e subtrair o dinheiro que era guardado embaixo de um botijão de gás. Porém, por volta de uma hora da madrugada, quando os homens destelhavam a residência, Expedito acordou com o barulho, ligou a luz e saiu para ver o que ocorria. Foi quando o homem foi atacado pelos dois infratores. Ele foi golpeado com pauladas e facadas.

Estranhando a movimentação, Francisca Maria saiu para verificar o que ocorria e viu o filho deitado ao solo. Ao gritar por socorro, foi asfixiada pelo sobrinho. A mulher ainda reconheceu o homem como seu parente, mesmo assim, foi assassinada, conforme as apurações policiais. “Nô” entrou na residência e pegou o dinheiro. O homem mentiu para o comparsa, levando sozinho para si a quantia em dinheiro.

Capturas

A dupla foi capturada horas após o crime. Francisco Fernando, que estava lesionado com golpe de faca na mão, foi capturado em sua residência. Já Valdinor foi localizado na casa de um amigo. O dinheiro subtraído por eles estava escondido em sua casa que fica a poucos metros de onde ocorreram as mortes. A dupla confessou o crime. Eles foram encaminhados para a delegacia da Polícia Civil, onde foram autuados em flagrante por latrocínio.

Siga-nos e fique bem informado

👍 Siga nos #Instagram
https://www.instagram.com/quixeramobim_alerta/

👍 Curta nossa página no Facebook.
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/

Fonte: SSPDS.

Compartilhe esta publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!