O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve deixar a prisão para acompanhar o velório do neto de sete anos falecido hoje, em Santo André (SP). A Polícia Federal em Curitiba, onde o petista cumpre pena desde abril de 2018, já recebeu um comunicado informal da Justiça Federal, alertando sobre a soltura iminente. Inicialmente, a informação era de que Lula deixaria a carceragem da PF ainda nesta sexta-feira, para acompanhar o velório do neto, mas a liberação deve acontecer neste sábado (2).

Os agentes já trabalham no planejamento da operação para escoltá-lo. Os advogados do ex-presidente entraram com pedido de habeas corpus no início da tarde desta sexta-feira (1º).

Compartilhe esta publicação