Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) grande parte da população mundial terá de esperar, provavelmente, até 2022 para ser vacinada contra a Covid-19, apesar dos avanços da ciência.

“Para uma pessoa comum, para uma pessoa jovem e saudável, talvez terá de esperar até 2022 para ter a vacina”, declarou a cientista-chefe da entidade nesta quarta-feira, 14, Soumya Swaminathan. Para ela, o mundo deve ter uma vacina em 2021. Mas será “em quantidade limitada”.

Conforme o colunista Jamil Chade, do portal UOL Notícias, a OMS insiste que não haverá uma capacidade de produção suficiente para abastecer o mundo com vacinas. De acordo com a agência de Saúde, a prioridade será a de garantir a vacina para profissionais do setor de saúde, idosos e pessoas com condições de vulnerabilidade. Juntos, esses grupos não somam sequer 20% das populações dos países.

Soumya indica que a esperança é de que, ao vacinar uma parcela da população, a meta é de que a taxa de mortalidade seja reduzida e que a transmissão possa cair.”Nunca ninguém produziu vacinas nessa quantidade”, disse. “Não é que, no dia 1º de janeiro de 2021, seremos todos vacinados e a vida vai voltar ao normal”, alertou.

👍Nos acompanhe pelas Redes Sociais.
INSTAGRAM:
https://instagram.com/quixeramobim_alerta?igshid=o9ua0jcc4btv
FACEBOOK:
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/
YOUTUBE:
https://www.youtube.com/channel/UCyrL1CH9pL4VevySKReSfV

Com informações do O Povo Online

Compartilhe esta publicação