O Ministério Público Eleitoral propôs Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) contra o prefeito eleito de Fortaleza, José Sarto, e o vice Élcio Batista por abuso de poder político e econômico. A informação foi divulgada na última sexta-feira (18) pelo próprio Ministério Público do Estado do Ceará.

O MP pede a cassação dos registros de candidatura ou dos diplomas dos dois. A acusação é captação ilícita de sufrágios, mais conhecida como compra de votos.

Também estão no rolo mais nove pessoas (que têm pedido de inelegibilidade): Lúcio Bruno, Francisco Barroso Rodrigues, Bruno Barros Gonçalves, Marcos Aurélio Bezerra Gomes, Vicente de Paula Farias Oliveira, José Cláudio de Freitas, Francisco Albuquerque de Moura, Maria do Socorro Nogueira Mendes e Adriano José Oliveira da Silva.

Por CN7

👍Nos acompanhe pelas Redes Sociais.
INSTAGRAM:
https://instagram.com/quixeramobim_alerta?igshid=o9ua0jcc4btv
FACEBOOK:
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/
YOUTUBE:
https://www.youtube.com/channel/UCyrL1CH9pL4VevySKReSfV

Compartilhe esta publicação