Uma investigação realizada por inspetores do 5º DP (Parangaba) resultou na apreensão de mais de 100 aparelhos celulares de origem suspeita ou que apresentam restrição de roubo ou furto. Um comerciante que negociava os aparelhos em uma loja do Mercado Público de Caucaia foi preso em flagrante pelo crime de receptação qualificada, na manhã desta sexta-feira (8), na Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11).

A ação policial foi possível graças a uma vítima de furto que registrou um Boletim de Ocorrência, no 5º DP, no ano passado. Com base no depoimento de uma vítima de furto, os policiais civis do 5º DP chegaram à localização do aparelho com outra pessoa, que disse em depoimento ter comprado o aparelho celular em uma loja, dentro do Mercado Público de Caucaia.

Dando continuidade às apurações, os agentes chegaram à loja do comerciante Francisco Nei Rodrigues (40). Ele, que já tinha passagem pela Polícia por crime contra a propriedade imaterial por vender CDs e DVDs piratas, não apresentou nota fiscal dos celulares que estavam à venda na loja. Diante dos fatos, o comerciante foi levado para o 5º DP, junto com mais de 100 aparelhos.

Apreendidos

Ainda na loja, três aparelhos foram verificados a partir dos números dos IMEI, sendo comprovadamente produtos com restrição de roubo ou furto. Até o final da tarde de hoje, quatro celulares apresentavam registro de impedimento. A Polícia Civil orienta as vítimas a comparecerem ao 5º DP com todos os dados que comprovem a titularidade dos celulares apreendidos para que sejam restituídos.

Por: Fernando Ribeiro.

Compartilhe esta publicação