Preocupados com essa situação de risco e vulnerabilidade social, os líderes do PDT e PSL de Quixeramobim, João Victor Santiago e Afrânio Feitosa, encaminharam em ação de denúncia conjunta entre os partidos peça com caráter preventivo para alertar ao ministério público o que poderá acontecer nos próximos dias no município. O objetivo é barrar tais decisões e solicitar providências para garantir o mínimo de segurança social e econômica a estes trabalhadores.

Entre as solicitações feitas pelos dirigentes, destacam-se: barrar a demissão em massa já anunciada pela prefeitura de aproximadamente 1.000 servidores públicos temporários e impedir a redução ou o corte total da gratificação dos demais profissionais que permanecerão contratados, sobretudo os profissionais da saúde que estão na linha de frente, arriscando suas vidas nesta batalha em combate ao COVID-19.

Os dirigentes lembram que o compromisso programático dos partidos é “a defesa dos interesses dos trabalhadores, em especial das grandes maiorias populares”. E que estas ações conjuntas podem trazer mais benefícios para a população como um todo.

_👍 Nos acompanhe pelas Redes Sociais._

INSTAGRAM:
https://www.instagram.com/site_quixeramobimalerta?r=nametag

FACEBOOK:
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/

YOUTUBE:
https://www.youtube.com/channel/UCyrL1CH9pL4VevySKReSfVw

Compartilhe esta publicação