O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) reiniciou nesta quarta-feira (26) as investigações sobre o assassinato de mais um agente da Segurança Pública Estadual. A morte do policial militar André da Silva Coelho, 29 anos, que era destacado no Batalhão de Policiamento  Turístico (BPTUR). Na noite do último domingo (23), ele foi assassinado por meio de linchamento, a pedradas, na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O PM teria sido agredido após atirar e matar um pedreiro de 27 anos. André foi o 18º agente da Segurança morto no Ceará em 2018.

Conforme as primeiras informações colhidas pela Polícia, por volta de 21h30 do domingo passado, dois homens numa motocicleta apareceram com armas em punho na Rua Luís Haroldo de Freitas, no bairro Mestre Antônio, em Caucaia. Foram até lá para matar um jovem, mas o tio dele, Adalberto Viana Barbosa, 27, estava armado e protegeu o sobrinho, atirando nos desconhecidos. Um deles, mesmo baleado no ombro, atingiu Adalberto com vários tiros de pistola. Ele teve morte imediata.

Na fuga após o crime, o motoqueiro conseguiu escapar e deixou o comparsa (baleado) para trás, foi, então, que populares perseguiram o atirador e o apedrejaram até a morte. O morto não portava documentos e segundo a Perícia Forense, ele foi baleado no ombro e sofreu várias lesões no corpo decorrentes do apedrejamento, tendo também morte no local.

Somente após o início da investigação em local de crime, a Polícia Civil descobriu que o linchado era um policial militar. O soldado André da Silva Coelho foi reconhecido formalmente por familiares no necrotério da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel), da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), ainda na noite de domingo. O corpo foi liberado para sepultamento não véspera do Natal (segunda/24).

O DHPP tenta identificar os responsáveis pela morte do militar.

Veja a lista dos agentes da Segurança Pública mortos no Ceará em 2018:

01 – (20/01) – PETRONÍLIO LEONARDO DA SILVA NETO – 63 anos, policial militar da Reserva Remunerada da PM, morto durante assalto na Rua 102 do Conjunto Esperança.

02 – (24/02) – FRANCISCO WAGNER ALVES DE ARAÚJO Sargento da Ativa da Polícia Militar, destacado no Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE). Morto por policiais do BPRaio no viaduto da BR-020, no Conjunto Nova Metrópole, em Caucaia.

03 – (1º/03) – MARCOS ANTÔNIO DE SOUSA RIBEIRO – Policial militar assassinado por bandidos quando chegava em sua residência, na Rua Catolé, no bairro Conjunto Palmeiras (Jangurussu). Foi uma execução sumária.

04 – (02/03) – CARLOS ANTÔNIO BEZERRA –agente penitenciário da Cadeia Pública da cidade de Orós, é emboscado e morto a tiros logo após sair do plantão noturno naquela unidade. Crime praticado por ordem de um presidiário.

05 – (21/03) – GLEDSON MARTINS DE SENA – 47 anos, ex-policial militar, assassinado, a tiros, na cidade de Iguatu. Execução sumária.

06 – (1º/05) – FRANCISCO BONIVARDE CASTELO BRANCO NAUM – 28 anos, Sargento da Ativa da Polícia Militar. Morto a tiros em uma barraca de praia, na Praia do Futuro, por um policial civil, identificado como inspetor Egberto Setúbal Freitas, 25.

07 – (14/05) – LUIZ DE FRANÇA DUARTE FILHO – 30 anos, guarda municipal de São Gonçalo do Amarante, foi assassinado a tiros, na porta de casa, no bairro Itambé, em Caucaia.

08 (07/07) – GONÇALO SILVA NETO, 47 anos, inspetor da Guarda Municipal de Sobral, morre na Santa Casa de Sobral após ser baleado, no dia 2/7/ durante um tiroteio na porta de sua residência.

09 – (29/07) – JUCIANO DE LIMA BARBOSA – Subtenente da Reserva Remunerada da PM, morto a tiros quando comemorava o aniversário de um filho em um bar na Rua Dom Xisto Albano, na Vila Peri, zona Sul da Capital.

10– (04/08) – JOSÉ LUCEMIR DA SILVA RODRIGUES – 42 anos, Guarda Municipal de Acarape, assassinado a tiros quando visitava familiares em uma residência localizada no Parque Soledade, no Município de Caucaia. Execução sumária.

11/12/13 – (23/08) – ANTÔNIO CÉZAR OLIVEIRA GOMES, 50 anos, 2º tenente da Reserva remunerada da PM; SANDERLEU CAVALCANTE SAMPAIO, 46 anos, subtenente da Ativa da PM;JOSÉ AUGUSTO DE LIMA, 58 anos, sargento da Reserva Remunerada da PM – os três PMs foram assassinados dentro de um restaurante na Rua Padre Arimatéia, esquina com Rua São Manoel, no bairro Vila Manuel Sátiro, em Fortaleza, quando almoçavam. O crime teria sido ordenado pela facção criminosa GDE de dentro de um presídio do Complexo Penitenciário de Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

14 – (29/8) – PAULO ALBERTO MARQUES ALBUQUERQUE – Cabo da Ativada da PM, destacado no Batalhão de Policiamento Turístico (BPTUR). Foi baleado pelos próprios colegas de farda (da RP-21021) na Rua Joaquim Moreira de Sousa, no bairro Parangaba. Ele reagiu a um assalto, mas foi confundido pelos colegas e baleado. Morreu no IJF-Centro.

15 – (12/9) – ANTÔNIO RODRIGUES PESSOA – Agente penitenciário lotado no Presídio do Carrapicho, em Caucaia, assassinado em São Gonçalo do Amarante

16 – (2/11) – ELIAS ALVES PEREIRA – 60 anos, sargento reformado da Polícia Militar, assassinado, a tiros, na cidade de São Gonçalo do Amarante. Estava na companhia do cunhado, que também foi baleado e que seria o alvo dos atiradores. Houve tiroteio e p PM teve morte imediata.

17 – (13/11/2018) – FLÁVIO SALES GADELHA – Coronel da Reserva Remunerada da Polícia Militar faleceu após dois dias de uma agressão a facadas na cidade de PARACURU, durante uma discussão política. O autor do crime é um cunhado do oficial, que foi preso em flagrante e autuado na Delegacia de Itapipoca. O coronel foi esfaqueado no dia 11/11 e morreu em Fortaleza no Hospital da Unimed.

18 – (23/12/2018) – ANDRÉ DA SILVA COELHO– 29 anos, soldado da PM< destacado no BPTUR, foi morto a tiros e pedradas após matar um homem na comunidade Mestre Antônio, em Caucaia. Foi perseguido e linchado na rua.

Por: Fernando Ribeiro.

Compartilhe esta publicação