Investigações realizadas pela Polícia Civil do Estado Ceará (PCCE), por meio de equipes do 20º Distrito Policial (DP), resultaram na captura de três suspeitos de cometerem um homicídio em Maracanaú, Área Integrada de Segurança 12 (AIS 12), crime este ocorrido em outubro deste ano. A vítima, identificada como Carine Isidoro da Costa, foi morta a tiros no bairro Acaracuzinho.

Após o trabalho de apuração e a análise de imagens captadas por câmeras de segurança instaladas nas proximidades de onde aconteceu o crime, os policiais do 20º DP chegaram aos nomes de João Paulo Alves Ribeiro, conhecido como “Macaco”; Felipe Araújo da Silva, o “Felipinho”; e David da Silva Pinto, conhecido como “Branquinho”. Dois menores também foram identificados como partícipes do crime.

Após a conclusão do trabalho de investigação, o delegado Felipe Alves, titular do 20º DP, solicitou a prisão dos adultos e a apreensão dos adolescentes, pedido esse deferido pela Justiça. Os policiais então saíram em diligências, com o objetivo de dar cumprimento às medidas judiciais. Felipe Araújo e David da Silva foram presos e um menor foi apreendido. Os três foram encaminhados para a unidade da PCCE, onde foram realizados os procedimentos cabíveis. Quatro aparelhos celulares também foram apreendidos durante a ação.

Felipe e David foram autuados por homicídio, associação criminosa e corrupção de menores. Contra o menor foi registrado um ato infracional análogo ao crime de homicídio. A Polícia Civil mantém agora as diligências, com o objetivo de capturar os outros dois envolvidos no homicídio.

O crime

Carine Isidoro (19) foi morta a tiros quando saída da escola, em direção a casa de sua mãe. Ela trafegava pela Avenida Lateral Sul, no Acaracuzinho, quando foi abordada por indivíduos armados, que chegaram em um veículo. Os suspeitos desembarcaram do automóvel e efetuaram os disparos contra a jovem, que veio a óbito no local. Os infratores fugiram em seguida.

Fonte: SSPDS.

Compartilhe esta publicação