Prisão de suspeito abordado em blitz leva à Polícia Civil a apreender dois fuzis e vasta munição.

Uma ação conjunta das equipes da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) resultou na prisão de um homem com diversas passagens pela Polícia e na apreensão de dois fuzis calibre .556, uma pistola .45 e vasta munição de fuzil. O suspeito foi abordado em uma blitz, na rodovia BR 020, quilômetro 406, no município de Caucaia, na Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11), na última quinta-feira (31). Após diligências de policiais civis, o armamento foi encontrado em um imóvel alugado pelo suspeito, no bairro Pajuçara, no Maracanaú, na AIS 12. Os detalhes da ação policial foram divulgados, em coletiva de imprensa, na manhã desta terça-feira (5), no Complexo de Delegacias Especializadas (Code), em Fortaleza.

Na última quinta-feira, Orlando Clenildo Batista de Abreu (39) foi abordado em uma blitz por policiais rodoviários e apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com outro nome. Ao verificar os dados do condutor, os policiais detectaram incompatibilidade dos dados do documento. Diante dos fatos, Orlando confessou que o nome que constava na carteira não era o dele e revelou sua verdadeira identidade. Em consulta a seu histórico criminal foram identificadas passagens pela Polícia por homicídio, receptação, tráfico de drogas e associação criminosa. O carro do infrator também apresentava irregularidade e foi levado para delegacia.

Em depoimento na DRFVC, o suspeito apontou o endereço onde guardava armas e munições, em um imóvel alugado no bairro Pajuçara, no Maracanaú. Os policiais civis foram até o logradouro e encontraram dois fuzis calibre .556, uma pistola .45, 450 munições de fuzil calibre .556, dois carregadores de pistola .45 e 11 carregadores para fuzil .556. Pelos crimes, o suspeito foi autuado em flagrante por uso de documento falso, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) segue com as investigações sobre a atuação criminosa do suspeito com a finalidade de descobrir a origem e uso do armamento, bem como identificar a participação de outros suspeitos na prática de delitos.

Fonte: SSPDS.

Compartilhe esta publicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *