A Receita Federal recolheu materiais eletrônicos e acessórios de celulares em operação realizada na região central de Fortaleza, na quinta-feira (17), com apoio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil do Ceará.

Além de capas de celulares falsificadas de marcas famosas, foram retidos TVBox, celulares e smartwatches que apresentavam importações irregulares, totalizando 69 sacos de ráfia. Ou seja, esses produtos entraram no país sem o devido pagamento de impostos, informou a Receita.

Além da perda das mercadorias apreendidas, os responsáveis pelas lojas que comercializam as mercadorias ilegais podem responder a uma representação fiscal para fins penais pelos crimes. A pena para esse crime pode variar de 1 a 4 anos de prisão, mais multa, segundo a lei.

A Receita informou, ainda, que tem sido feito um mapeamento dessa comercialização irregular e um trabalho de combate ostensivo.

“Uma vez que as práticas trazem enormes prejuízos aos detentores das marcas e aos importadores que atuam de forma regular e subtraem os empregos legítimos gerados pela atividade legal, além dos prejuízos causados à economia nacional e aos cofres públicos devido à sonegação de impostos”, destacou o órgão.

Fonte: G1 CE

👍Nos acompanhe pelas Redes Sociais.
INSTAGRAM:
https://instagram.com/quixeramobim_alerta?igshid=o9ua0jcc4btv
FACEBOOK:
https://www.facebook.com/Quixeramobimalerta/
YOUTUBE:
https://www.youtube.com/channel/UCyrL1CH9pL4VevySKReSfV

Compartilhe esta publicação