A sessão ordinária da Câmara Municipal de Quixeramobim deu inicio analisando o parecer que foi emitido pela Comissão Processante que foi formada no ano de 2017, com o intuito de analisar a representação movida pela ex-secretária Ana Cláudia Pimenta contra o vereador Roberlan Saldanha.

O mesmo teria utilizado o plenário para fazer uma denunciar contra a ex-secretária. Onde acusava a mesma de ter feito a comprar de uma geladeira no valor de R$25 mil, geladeira essa que não existia. Após as acusações feitas pelo vereador, a Ana Cláudia comprovou que realmente o equipamento existia e tratava-se de uma câmara fria com gerador de energia embutido para conservação de vacinas.

Na sessão anterior, depois de ter afirmado diversas vezes que teria provas contra a ex-secretária, Roberlan reconheceu que estava errado e disse “a pessoa que me disse, só queria me prejudicar.” O parlamentar retratou-se no plenário e pediu desculpas a Ana Cláudia.

Nos discursos ocorridos nesta quarta-feira (24), a maioria dos vereadores considerou que a retratação de Roberlan era suficiente para arquivar a representação contra o mesmo, que poderia resultar na cassação de seu mandato. O placa do plenário registrou 3 votos a favor do prosseguimento do processo e 11 pelo arquivamento.

Votos a favor do arquivamento.

Antônio Filho
Célio Neto
Teodomiro Neto
Everardo Junior
Fernando Antônio
Edson Nogueira
Idelbrando Rocha
Francisco José (Kim)
Evando Cosmo
Cristina Pimenta
Aucélio Coutinho

Votos a favor do prosseguimento.

Claudinha Borges
Marcos Arruda (suplente de Roberlan Saldanha)

Nem Branco (suplente de François Saldanha)

Salientando que a vereadora Terezinha Pimentel não compareceu porque, encontra-se de licença médica devida um acidente que sofreu recentemente.

Compartilhe esta publicação